Loading... Please wait...

A Transformação do Homem

A Transformação do Homem

$62.91 (inc Tax) $52.42 (exc Tax)
Code
BR76CTM1-7-V-POR-SET
Quantity

Product Description

Estamos cônscios de que somos fragmentados?

Primeira Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 17 de Maio de 1976

Introdução - 10 minutos

Estamos cônscios de que somos fragmentados?

Como se pode estar cônscio da totalidade da vida se se é fragmentado?

O pensamento cria o centro.

Quando existem dois desejos opostos, há conflito e então, você se torna consciente. Podemos ficar cônscios dos vários fragmentos?

Eu sou um fragmento e, portanto estou criando mais fragmentos, mais conflito, mais confusão, mais tristeza. O centro é a própria causa da fragmentação?

O começo da fragmentação ocorre quando estou buscando segurança? É a segurança no conhecimento, usada erroneamente, um dos fatores da fragmentação?

Posso me livrar do desejo de ser psicologicamente seguro?

Um modo de viver mecânico leva à desordem

Segunda Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 18 de Maio de 1976

Um modo de viver mecânico leva à desordem

Será que realmente existe segurança psicológica?

Existe segurança psicológica – uma sensação de existência bem fundamentada, profundamente enraizada?

Minha segurança baseia-se em alguma imagem, uma figura, um símbolo, uma conclusão, um ideal. Eu encontro você com o passado. É porque eu recuso a ver as coisas como elas são? Se não há segurança real, básica, profunda, existe um amanhã psicologicamente?

O cérebro necessita de ordem para poder funcionar. Ele encontra ordem no processo mecânico porque é treinado desde a infância a fazer assim.

Quando o passado encontra o presente e prossegue, isto é um dos fatores do tempo, dependência, medo. Mas quando o passado encontra o presente e eu estou completamente cônscio deste momento, então ele cessa; então eu o encontro como se fosse pela primeira vez.

Posso mudar completamente na própria raiz?

Terceira Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 18 de Maio de 1976

Posso mudar completamente na própria raiz?

P: Por que os seres humanos vivem desta forma?

Por que os seres humanos vivem nesta terrível miséria, aceitando-a há milênios? É possível a um ser humano mudar na raiz de seu próprio ser?

Quem me dirá? Será Marx, Lenin, Mao, o Papa ou o padre local? A autoridade existe porque os seres humanos estão em desordem. Na rejeição da autoridade, torno-me muito são; quando rejeito a autoridade, tenho mais energia.

O que é ação correta na vida? Só posso descobrir se não houver desordem em mim. O “eu” é a desordem. Por mais “real”, o “eu” é a fonte da desordem. Ele separa – divide eu e você, nós e eles, minha nação, meu deus e eu.
Como posso não ser eu?

Na solidão você pode ser completamente seguro

Quarta Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 19 de Maio de 1976

Na solidão você pode ser completamente seguro

Por que os seres humanos vivem da forma vivem?

Os seres humanos não se transformam radicalmente porque eles têm na verdade medo de não pertencer a um grupo, a algo definitivo? Eles têm medo de ficar completamente sós?

Está-se totalmente só quando não há fragmentação. Isso é ordem total. Podemos sair desta corrente de total confusão, desordem, sofrimento, esperança, labuta e desespero?

Toda nossa sociedade – toda religião, toda cultura – é baseada no pensamento. O pensamento percebe que criou toda esta confusão, este caos? O pensamento está cônscio de si mesmo como um movimento que promove uma ação fragmentária?

Quando o movimento do pensamento chega ao fim, há ação total.

Quando você se confronta com o fato, não há medo.

Sua imagem de si próprio impede o relacionamento com os outros

Quinta Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 19 de Maio de 1976

Sua imagem de si próprio impede o relacionamento com os outros

Existe algo como o inconsciente?

O processo de fragmentação é um estado de espírito que divide, que diz que existe o inconsciente e o consciente.

Todo ser humano tem uma imagem de si próprio da qual ele é inconsciente, não cônscio. Qual é a origem de se fazer imagens de si mesmo?

Enquanto tivermos imagens, não haverá paz no mundo; não haverá amor no mundo.

Se se permanece com o fato, há uma transformação.

Nossa consciência são nossas imagens, conclusões, ideias. Se não houver produção de imagens, então o que é consciência?

Toda forma de imagem impede a beleza do relacionamento

Sexta Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 20 de Maio de 1976

Toda forma de imagem impede a beleza do relacionamento

O que trará uma transformação radical na totalidade da consciência dos seres humanos?

Minha consciência é a consciência do mundo porque é preenchida com coisas do pensamento: sofrimento, medo, prazer, desespero, apego.

O relacionamento correto começa com a percepção da responsabilidade que tenho por mim.

A maior parte da consciência é a auto-imagem. O produtor da imagem é o passado, é o observador, o “eu” que é, em essência, a imagem. No momento que você percebe isso, acaba.

Quando não há movimento do pensamento, que é o produtor de imagem, então o que acontece? Quando não há nenhuma das coisas que cria divisão, o que floresce?

A vida é sagrada

Sétima Conversa com Dr. Bohm e Dr. Shainberg - Brockwood Park, UK - 20 de Maio de 1976

A vida é sagrada

Você sabe o que significa amar alguém?

Você entende o que é compaixão? Você tem a sensação de surpreendente energia que é compaixão, o fim do sofrimento?

Sem compaixão, os seres humanos estão destruindo a si próprios.

Tenha um insight do sofrimento – não o sofrimento do pensamento, mas o sofrimento universal da humanidade. E a partir deste insight vem a compaixão. A compaixão é o fim de toda vida, o fim de toda morte?

Existe algo sagrado, intocado pelo homem, que esteja além da compaixão? Essa deve ser a origem de tudo.

Uma meditação real, penetrante que traz o insight.

Vendors Other Products

Customers Who Viewed This Product Also Viewed

Click the button below to add the A Transformação do Homem to your wish list.