Loading... Please wait...

O que o amor não é

O que o amor não é

$106.93 (inc Tax) $89.11 (exc Tax)
Code
SA79T1-7 D1-5-V-POR-SET
Quantity

Product Description

Existe uma saída para a crise no mundo?

Primeira Palestra Pública - Saanen, Suíça - 8 de julho de 1979

Existe outro tipo de pensar que não seja sobre alguma coisa?

Quando você presta total atenção, existe um centro de onde você o faz?

Podem problemas autocentrados ser solucionados sem uma qualidade diferente de pensar?

Quando não existe um amanhã psicológico, o que acontece com a qualidade da sua mente? Então, qual é seu relacionamento com o outro?

Existe oposição no pensar junto? Aonde leva o pensar junto no meu relacionamento com o outro?

 

Podemos juntos criar uma boa sociedade?

Segonda Palestra Pública - Saanen, Suíça - 10 de julho de 1979

Quando pensamos juntos, existe uma sensação de realização, divisão ou frustração? O que acontece ao relacionamento?

Se não existir nenhuma forma de tempo psicológico, o que é o relacionamento entre duas pessoas?

Você diz: “Eu vou te amar amanhã”?

A crença ou a autoridade nos unirão? Existe segurança na separação?

Quando pensamos juntos, a partir disso, uma boa sociedade será criada.
Uma boa sociedade só poderá surgir quando você for responsável pelo outro.

 

Existe, de alguma forma, segurança psicológica?

Terceira Palestra Pública - Saanen, Suíça - 12 de julho de 1979

O desejo por segurança psicológica assumiu o controle das necessidades físicas?

Existe segurança em uma crença, ideal ou experiência?

Você pode escutar tão completamente, de forma que veja o absurdo de viver em ilusão e acabe com ela?

Podemos ficar com um fato e não nos relacionarmos com o não fato? Qual é a qualidade da mente que está enfrentando o que está acontecendo?

Se você não tiver imagens, qual é sua relação com a mente que ainda está procurando segurança?

No pensar junto, não existe segurança total?

Quando você coloca a escolha de lado, existe insight da ilusão como um todo?

 

Pode a bondade, o amor e a verdade nascerem da disciplina?

Quarta Palestra Pública - Saanen, Suíça - 15 de julho de 1979

Pode-se agir sem esforço, pensar claramente sem determinação de pensar claramente, ouvir sem esforço e sem uma imagem?

Entre duas pessoas, cada uma buscando realização, com desejos e ambições, não existe divisão e não há conflito?

A luta pela existência no mundo exterior se infiltrou no mundo psicológico?
O pensamento inventou a ideia do “eu” separado do “você”, e nesta divisão espera encontrar segurança?

Você consegue observar o “eu” sem o movimento do pensamento?

 

O desejo e o tempo são responsáveis pelo medo?

Quinta Palestra Pública - Saanen, Suíça - 17 de julho de 1970

Temos a ânsia de encontrar um modo de vida diferente?

O pensamento criou todos os problemas? O pensamento criou o centro?
A raiz da atividade autocentrada é o desejo?

O desejo nasce das imagens que o pensamento cria?

Você consegue observar sem que o desejo surja?

O tempo é o movimento da imagem?

Quando o pensamento percebe que é o princípio ativo do medo, o que acontece?

Tendo ouvido sem análise, você está livre do medo?

 

Inteligência, amor e compaixão

Sexta Palestra Pública - Saanen, Suíça - 19 de julho de 1979

Existe um insight que trará a revolução total em cada um de nós, uma percepção que liberte o homem completamente desta estrutura psicológica?

O externo e o interno são indivisíveis, um movimento estrutural do pensamento?

No conhecimento, há ignorância? A inteligência é livre da ignorância e também da ilusão. Ela não é o resultado do conhecimento.

Se há um ideal, está a ação sempre se adaptando e ajustando ao ideal, que é falta de percepção?

Existe com a inteligência um estado que possa solucionar nossos inúmeros conflitos e misérias?

 

Em silêncio total a mente encontra o eterno

Sétima Palestra Pública - Saanen, Suíça - 22 de julho de 1979

Por que há conflito e busca constantes?

Estamos procurando experiência sensorial superficial ou algo atemporal que o pensamento absolutamente não tocou?

Pode o pensamento, com sua limitação, investigar profundamente? A observação é o instrumento do pensamento?

Quando se observa, a coisa observada sofre mudança?

Pode a mente, tendo entendido o desejo, saber que seu valor é relativo, e ficar livre para observar?

Existe uma forma de viver sem nenhum controle? O controlador não é o movimento do pensamento?

Quando não há conflito de qualquer espécie, o que acontece na mente?

 

Existe uma ação que não traga sofrimento?

Primeiro Debate Público - Saanen, Suíça - 25 de julho de 1979

P: O que queremos dizer com ação?

Os seres humanos são deficientes físicos e psicológicos. Qual ação corrigirá isto?

Nossa ação é baseada na crença, dependência, sexo, ambição, conquista, sucesso. Existe uma ação tão completa que não deixe nenhuma sombra de dor ou arrependimento?

Quero descobrir se existe uma ação realmente total. Você está dando sua vida a isto, ou está apenas sentado à margem do rio, olhando a água passar, nunca entrando na corrente?

O que faz um diálogo valer a pena?

 

Descobrindo o que é o amor

Segondo Debate Público - Saanen, Suíça - 26 de julho de 1979

P: O que é o amor e por que não amamos?

Preciso ter afeição, amor, caso contrário, não posso comunicar coisas que são muito sérias. Preciso ouvir com afeição, cuidado.

Através da negação do que o amor não é, você chegará ao que o amor é.

O amor não é desejo, prazer, possessão, apego ou ciúme. O amor não sou eu e minha ambição ou realização. Tudo o que o pensamento criou não é amor.

Na percepção disso, a inteligência acontece; essa qualidade de amor que é a compaixão – não como uma ideia, mas no coração, ardente, viva.

Comparação, amor e inteligência andam juntos. Sem inteligência, não há compaixão.

 

Meditação é dar ao pensamento seu devido lugar

Terceiro Debate Público - Saanen, Suíça - 27 de julho de 1979

Qual é a relação do pensamento com a meditação e o amor?

O pensamento tem seu próprio lugar. O pensamento é o processo do pensar, e o pensar é o movimento da memória, da experiência e do conhecimento.

O amor é livre do pensamento e independente de toda falcatrua, desonestidade, desejos, sensações e sexo. Onde o amor está, o “eu” não está.

Existe uma meditação que é totalmente indesejada, completamente livre do pensamento. Para descobrir esta meditação, é preciso descobrir o que é a realidade, o que é a verdade.

Primeiramente você tem de ser bom, e se você não tiver amor no coração, sua meditação será destrutiva.

 

Qual é o assunto central de nossa vida?

Quarto Debate Público - Saanen, Suíça - 28 de julho de 1979

P: O que é nossa vida diária e qual é nosso relacionamento com tudo isto?

Como pode um ser humano ter clareza sobre política, trabalho, relacionamento com sua esposa ou marido e o mundo? Como posso ter clareza quando estou tão confuso?

Por que há incerteza nos relacionamentos? É porque somos condicionados, educados dessa forma ou porque cada um está preocupado somente consigo mesmo?

Pode você observar o relacionamento com seu marido ou esposa sem a imagem ou lembrança do sexo; apenas observar seu relacionamento com o outro?

Existe uma forma de viver na qual não há confusão quando a mente é capaz de observar sem direção ou motivo, apenas observar.

 

Como podemos gerar uma boa sociedade?

Quinto Debate Público - Saanen, Suíça - 29 de julho de 1979

Podem as pessoas pensar junto?

Existe o pensar ocidental e o pensar oriental. O mundo foi dividido dessa forma, mas a nascente do rio é a mesma, que é somente o pensar.

O pensamento é medição. O pensamento, embora seja necessário, é ligado ao tempo, ao passado, ao presente e futuro. Este processo de pensar nunca encontrará aquilo que é inesgotável, incomensurável, atemporal.

Só podemos pensar junto, se nos amarmos. Você ama seus filhos, marido, esposa ou é sempre você em primeiro lugar e eles em segundo?

Onde houver divisão, nunca haverá uma boa sociedade. Uma boa sociedade só pode surgir se você for bom, o que significa que você não pertence a nenhuma categoria de religião, conhecimento ou conclusão.

A bondade nascida do amor pode acontecer agora. A partir disso, uma nova sociedade pode nascer.

 

Vendors Other Products

Customers Who Viewed This Product Also Viewed

Click the button below to add the O que o amor não é to your wish list.